Skip to main content

Como e por que escolhi ser Médico Veterinário

Uma reflexão sobre carreiracomo e por que escolhi ser Médico Veterinário.

 

Se eu não fosse veterinário, o que eu seria?

O ano novo leva a muitas reflexões, muitos pretendem iniciar uma dieta, atividade física, fazer um curso, viajar, etc… Tantas intenções que às vezes, por falta de organização e comprometimento nosso, não chegam até o carnaval.

Uma das grandes reflexões é repensar a carreira. Muitos estão descontentes com o que fazem, como fazem e o quanto de dinheiro recebem por isso. Isso leva a uma pergunta: “Se você não fosse veterinário, o que você seria?”. Muitos responderiam médico ou qualquer outra profissão que dê dinheiro, será que é assim mesmo?

 

Salário de um Médico Veterinário

Em uma pesquisa recente que fiz com veterinários clínicos de pequenos animais de várias cidades do estado de São Paulo, encontrei alguns dados preocupantes (apesar da amostra estudada ser pequena – n=16). Quando perguntei “se você pudesse voltar à época do vestibular você escolheria outra carreira” 62% dos entrevistados responderam que sim. Um dos motivos disso, pode ser o descontentamento com os salários, já que em uma escala de horas trabalhadas/dinheiro recebido por isso (sendo 0= completamente insatisfeito e 10=completamente satisfeito), a nota média foi 4,6, ou seja, a maioria considera que ganho pouco pelo tanto que trabalham.

 

É possível aumentar o salário na carreira de Médico Veterinário?

Quando perguntei “se você pudesse aumentar o seu salário, o quanto você aumentaria?” 40% dos veterinários disseram que de 80 a 100%. E aqui vai uma boa notícia: sim, é possível você dobrar o seu salário, como a maioria deseja, sem romper nenhum princípio ético e nem trabalhar ao ponto de anular completamente a sua vida pessoal. Para isso vale bastante a reflexão de começo de ano, a fim de estabelecer um bom planejamento.

Algumas perguntas para alavancar 2018: ao final deste ano, como você quer estar? Quais são as atividades que você faz melhor e/ou que são mais lucrativas? Nesta mesma reflexão em janeiro de 2019, que vitórias você estará comemorando? Quais são as atitudes específicas que você vai tomar para chegar nessas metas? Isso é um esquema muito rudimentar de planejamento anual, mas se você escrever tudo isso e ir acompanhando ao longo do ano, pode ter certeza que fará muita diferença.

Com Gestão é possível aumentar o lucro e assim ganhar mais dinheiro!

A Valorização começa pelo Médico Veterinário

Ontem estive visitando o Museu Casa de Portinari em Brodowski, SP, cidade onde eu moro. O Museu foi construído na casa em que Candido Portinari, pintor brasileiro de destaque internacional, morou até os 15 anos de idade. Nele se encontram várias memórias da vida desse grande artista, sendo que uma delas me chamou a atenção e eu fotografei. A vocação do pintor era tão clara e isso fazia com que ele batalhasse para suas conquistas. Considero Portinari como um empreendedor, com uma visão à frente de seu tempo, já que no Museu também há uma frase o descrevendo: “Dono de um espírito inquieto foi, sobretudo, um inovador, tanto na forma como no conteúdo”.

E para concluir, a minha resposta ao título desse artigo é bem clara: se eu não fosse veterinário, queria ser veterinário! A nossa profissão é muito nobre, com grande possibilidade de fazer o bem e ter bons ganhos financeiros, mas depende da nossa valorização. Por isso, não me vejo fazendo outra coisa! Já fiz meus planejamento e estabeleci todas as minhas metas para esse ano e me animo muito com tantas coisas boas por vir! E você? Só a leitura talvez não te ajude tanto.

Que esse espírito inquieto também esteja em nós veterinários, para termos uma mudança real em nossa vida. E que você possa assumir definitivamente o controle de sua carreira e levá-la para onde deseja! Não deixe de ousar e fazer diferente!

Comentários são sempre bem-vindos!

 

Comente aqui com a gente o que achou do post!

Leave a Reply