Skip to main content

Como ser Feliz na Carreira de Médico Veterinário

 

“Conta-se a história de um Médico veterinário que depois de muitos anos de carreira ainda não se sentia realizado.

 

O Amor pelos Animais

Pedro cultivava um amor muito grande pelos animais desde pequeno. Na sua infância, cuidava dos cães de seus avós no sítio aos finais de semana, dando banhos, retirando carrapatos e bernes. Ele não via a hora que chegasse o próximo domingo, para ter esses momentos novamente.

Durante a adolescência, Pedro recolhia cães e gatos da rua e trazia para sua casa. Sua mãe, de família simples, o repreendia dizendo “filho, não temos condições de cuidar de tantos animais”. Mas, mesmo assim, seu ímpeto não diminuía e ele não descansava enquanto não encontrasse um lar para os animais resgatados.

 

Entrando no Curso de Medicina Veterinária

Pedro acabou escolhendo cursar Medicina Veterinária para realizar seu sonho de cuidar de animais. No entanto, já no primeiro ano de faculdade, algumas dificuldades. Morar fora de casa, conviver com pessoas diferentes e não entender o que aquelas disciplinas básicas tinham a ver com seu sonho, o levou a questionar sua escolha. Pedro deixava de aproveitar os momentos com seus novos amigos, pois acreditava que quando se formasse seria realmente feliz na carreira de Médico Veterinário.

 

Formando em MedVet

De fato, se formar acabou não sendo muito difícil. Foi um aluno mediano, mas não teve nenhuma reprovação. Logo que se formou, um veterinário, que era amigo de seu pai de longa data, o convidou a trabalhar em sua clínica e então pensou que agora ele seria feliz. A clínica era um sonho, diversos consultórios bem equipados, salas de espera distintas para cães e gatos, laboratório clínico completo e exames de imagem disponíveis 24 horas, mas ainda assim Pedro não era feliz. Como recém-formado, dava plantões nas madrugadas e aos finais de semana. O relacionamento com os colegas era difícil e não suportava clientes reclamando. Então Pedro pensou que quando tivesse a própria clinica seria realmente feliz.

Veja, Consultoria para veterinários!

 

Abrindo sua Própria Clínica Veterinária

Depois de 10 anos de formado, com as economias que guardou de seus plantões e mais um investimento de seus pais, Pedro finalmente inaugurou a sua própria clínica.

Na festa de inauguração, um importante jornal local estava presente para fazer a cobertura da cerimônia que teve a participação de nomes de destaque da cidade. Nos primeiros meses, já tiveram uma boa quantidade de clientes e isso o fez ter a certeza de que fez a escolha certa. No entanto, depois de 1 ano de funcionamento, começaram a surgir os problemas. Sua falta de conhecimento na gestão de um negócio, aliada às dificuldades na economia local, o desanimaram. A equipe já não trabalhava mais unida, cada um pensava só em fazer seu trabalho e ir embora. Os custos do negócio eram muito altos e o faturamento mal dava para pagar as contas.

Então, Pedro se viu ganhando menos dinheiro que quando era recém-formado, com bem mais problemas e ainda infeliz.”

Essa história nos leva a refletir em como colocamos tantas condições para sermos felizes. Elevamos tanto esse patamar que pode ser que nunca o alcancemos. Isso não tem a ver com conformismo, ter a ambição de conquistar mais sempre é um ponto positivo, que pode nos levar a crescer. Mas ter a sabedoria de viver bem cada dia, mesmo com as dificuldades de cada fase, é essencial se realmente queremos avançar.

 

Vida Pessoal Vs Vida Profissional

Talvez a vida de Pedro fosse melhor se tivesse curtido mais as amizades únicas que ele faria durante a faculdade. Talvez ele tivesse mais alegria vendo que recém-formado e dando tantos plantões, ele estaria ajudando a salvar vidas em situações de emergência, em horários que poucas clínicas estavam funcionando na cidade, mas que ele estava ajudando um animal que representa tanto para a pessoa que confiou seus cuidados a ele. Talvez o motivasse se visse que, ao montar a própria clínica, ele criou empregos que antes não existiam e são o sustento de muitas famílias; que ao ter o próprio negócio ele podia finalmente deixar a sua marca e fazer a diferença na vida de muitos outros animais.

Gostou? Veja 10 dicas de como combater o Stress!

 

Conclusão

Celebre o início dessa semana! A segunda-feira é a dádiva de recomeçar, ou de continuar para quem nem parou no final de semana. Faça a diferença com o pouco que você tem hoje, pois talvez esse “local da felicidade” idealizado nunca chegue.

Leave a Reply