Skip to main content

Como o Médico Veterinário pode preparar um plano financeiro para oscilações do mercado e sazonalidades?

 

Tema bastante mencionado quando fazemos visitas a colegas veterinários em suas clínicas e
hospitais, sendo assim, esse artigo pode servir para direcionar um pouco melhor as finanças.
A pretensão desse artigo não é dar uma aula de finanças empresariais, mas sim, contribuir com
os colegas a superar oscilações de mercado e sazonalidades, sendo assim, é fundamental que
já conheça alguns dos termos que vamos tratar aqui.

 

Determine os custos fixos e variáveis

A maior dificuldade não só de veterinários, mas de empreendedores de todas as áreas é
entender o que é custo fixo, custo variável. Entendendo esse ponto tudo fica muito mais claro.

O que é Custo fixo?

Tudo aquilo que é necessário pagar se estiver trabalhando ou de férias,
como: Aluguel, energia elétrica, água, telefone, salários, pró-labore.

O que é Custo variável?

Tudo aquilo que faz parte do trabalho executado, por exemplo em
uma cirurgia: Anestesista, gaze, luvas, soro e etc…
Entendendo principalmente os custos variáveis é possível prever os gastos em tempos de
pouco e muito movimento para comprar adequadamente, não comprando para sobrar muito
nem para faltar.

Dê uma olhadinha também: Dicas de como obter sucesso em Marketing para Clinicas veterinárias!

Como ter um plano financeiro?

Ter um plano financeiro é descrever suas estratégias financeiras para o negócio, ele deverá
conter seus objetivos financeiros, metas, custos fixos, variáveis, com pessoal, impostos e
recebimentos. Neste plano, é importante que você descreva suas projeções financeiras
baseadas e três cenários: Cenário estável (atual), cenário favorável e cenário desfavorável.
Cenário estável: O que está ocorrendo mês a mês
Cenário favorável: Imaginando um mês muito bom.
Cenário desfavorável: Imagine o pior mês que você pode ter

Conheça o seu Ponto de Equilíbrio!

Ponto de Equilíbrio (PE) também chamado de Break Even é um indicador que denota o quanto
é necessário vender para equiparar as receitas aos custos e despesas de seu negócio (cobrir
minimamente os custos fixos e variáveis). Essa ferramenta é importante para prevenir a
incidência de prejuízo em suas operações diárias. Imagine você sabendo perfeitamente
quantas consultas, cirurgias e procedimentos tem que fazer para não ter nem lucro e nem
prejuízo, não seria ótimo saber que a partir de determinado momento é só lucro naquele mês!

 

O que é e como entender o Fluxo de Caixa?

fluxo de caixa é a movimentação financeira da empresa em um mês, diferente do ponto de
equilíbrio que é puramente saber quanto custa manter a empresa sem dívidas nem lucro, o
fluxo de caixa permite que você saiba claramente os dias que entra e sai dinheiro da conta
para prever quando serão os próximos gastos, os melhores dias para compra de mais estoque
e assim poder saber se pode dar um prazo a maios ou a menos para o tutor.

Como construir uma reserva de capital?

Capital de Giro significa o valor que a Empresa necessitará para manter suas atividades em
pleno funcionamento, ou seja, custear e manter suas despesas fixas e variáveis, só é possível
criar um capital de giro se conhecer o seu ponto de equilíbrio, assim, é preciso que se consiga
juntar um montante financeiro que “sobre em caixa” o suficiente para pagar todas as contas
sem ter nenhuma venda naquele mês.
Se você pagou todas as contas do mês e a sua clínica tem em caixa 150.000,00 e o Ponto de
Equilíbrio dela é 120.000,00, então, você conseguiu acumular o capital de giro para 1 mês e
mais 30 mil para a composição do segundo mês.

Entendendo as taxas de cartão e antecipações!

Fundamental para os médicos veterinários que não estão conseguindo fazer o capital de giro e
necessitam fazer antecipações no cartão de crédito, sabe-se que você pode perder até 14% a
mais do que deveria fazendo uma antecipação.
E uma antecipação de uma cirurgia de R$2.000,00 custará além da taxa da operadora (mais ou
menos 3% ou 4%) mais uns 9% ou 10% para antecipação, deixando para traz 280,00!!!
Sendo assim, é necessário muito cuidado com a utilização dessas antecipações.

Conclusão

Entendendo bem as finanças da sua clínica veterinária se torna mais previsível um problema relacionado à
oscilação do mercado, pois, saberá tomar decisões rápidas para contornar um problema de
falta de clientes ou caso aconteça algum imprevisto com quebra de equipamento.
É muito mais vantajoso usar parte do tempo inicialmente entendendo as fianças do que depois
de um tempo começar a amargar prejuízos sem saber de onde eles estão aparecendo ou o que
está ocasionando os prejuízos para tomar ações corretivas.

Leave a Reply