O que o Veterinário deve ter em mente antes de colocar a sua marca nas redes sociais.
setembro 14, 2017
Planilha de Metas Experts
outubro 23, 2017

O lucro é o mais importante?

Qualquer palestra ou livro básico de gestão acaba transmitindo a mensagem: “para a empresa sobreviver, ela precisa dar lucro”.

 

Podemos trazer o mesmo para um negócio veterinário, mas o lucro é apenas uma das medidas para avaliar a saúde de um negócio.

Para mim, faz muito mais sentido, que o indicador principal de sucesso de um negócio seja o “índice de felicidade” da equipe e dos clientes. O quanto aquela empresa é um ambiente bom para trabalhar e um lugar onde as pessoas que compram seus serviços estão satisfeitas. Tenho observado que a profissionalização excessiva de negócios veterinários traz uma visão “fria” de gestão, o que leva a algumas distorções.

 

Por exemplo, ao se constatar que o gasto com a equipe está muito alto, uma das alternativas pode ser um corte na comissão dos veterinários. Por mais que administrativamente isso faça sentido, essa decisão pode desencadear uma série de efeitos negativos. O veterinário que já considera que trabalha bastante, ficará desmotivado e isso pode comprometer a qualidade de seu atendimento e pontualidade. Com ele se esforçando menos devido à falta de reconhecimento, o cliente passa a ficar menos satisfeito com os serviços prestados. E esse cliente insatisfeito vai procurar ser atendido em outro estabelecimento.

 

Com isso, a estratégia de corte de custos acabou sendo um tiro no pé e levou a uma redução no lucro, afinal, com menos clientes satisfeitos, menos dinheiro está entrando. Por isso, deve-se ter cautela ao receber conselhos de profissionais que não vivem o dia-a-dia de um negócio veterinário. O ideal é que o dono da empresa se capacite para ser um bom gestor e saiba individualizar os conceitos de administração para a realidade específica de seu negócio. Quanto mais conhecimentos tiver, melhor você conseguirá fazer a distinção entre o que serve e o que não se aplica, para então construir um negócio sólido.

 

Para avaliar a saúde de seu negócio, busque outros indicadores também. As pessoas são felizes em trabalhar nessa empresa? Quantos funcionários pediram demissão e foram buscar outro emprego no último ano? Quantos têm faltado ou chegado atrasados? As pessoas se orgulham de trabalhar lá e manisfestam isso, por exemplo, postando nas redes sociais? Seus clientes são fiéis e não trocam de veterinário por nada? Eles indicam para que amigos e parentes também levem os animais para seus cuidados? Apesar de eles estarem pagando pelos serviços, você recebe presentes de agradecimento?

 

Todos esses fatores, junto com o lucro, ajudam na construção de um negócio sólido que, além de ser um bom lugar para se fazer dinheiro, é um bom lugar para se passar a maior parte dos seus dias!

INSCREVA-SE PARA RECEBER OS NOVOS POSTS!

Interessou-se pelo tema?

Oferecemos regularmente cursos e workshops sobre este e outros temas, sempre especialmente elaborados para o público veterinário. 

Comente aqui com a gente o que achou do post!

Comentário